quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

As grutas de Frasassi: um espetáculo único no mundo




 As Grutas de Frasassi estão localizadas na cidade de Genga, Província de Ancona na região das Marcas e fazem parte do pulmão verde do Parco Naturale Regionale della Golla della Rossa e di Frasassi

Desde 1972, as grutas de Frasassi são protegidas pelo Consórcio Frasassi, que as valoriza  e protege, especialmente tendo em vista a pesquisa científica e a atração turística. Elas são formadas por uma série de grutas descobertas graças a uma meticulosa pesquisa por espeleólogos e geólogos, que começou em 1948 com o Grupo de Espeleologia Marche de Ancona.




O complexo das Grutas de Frasassi é um dos maiores e fascinantes percursos subterrâneos do mundo. O itinerário ao longo das grutas é uma visão surreal, um mundo encantado que nos leva para os primórdios da natureza. Uma maravilha natural que não cansa nunca os nossos olhos. 

As grutas possuem um ecossistema subterrâneo completo, onde ainda é possível observar a formação de concração, as gotas que escavam e constroem a própria arquitetura, graças ao trabalho da água e das rochas, onde a vida continua há milhões de anos.

No interior das Grutas de Frasassi não penetra nenhuma luz natural e por isso no seu interior é usado iluminação artificial com lâmpadas que não produzem calor.


O descobrimento da Gruta Grande do Vento


O primeiro vestígio da descoberta mais importante, a da Grotta Grande del Vento, foi em junho de 1971, quando Rolando Silvestri e Umberto di Santo, escalando a encosta norte do monte Valmontagnana, cerca de 450 metros de altura, descobriram alguns pequenos buracos que foram abertos presumivelmente devido ao deslizamento da superfície da terra seca misturada com ramos e folhagens causada pelo calor do verão. Em 25 de setembro de 1971, Rolando Silvestri, durante a expedição do grupo Speleogico Marchigiano CAI di Ancona, organizado e liderado por Giancarlo Cappanera, encontrou um desses buracos na montanha (tão grande como um volante de carro) que fez descobrir o "gateway" "da gruta, que foi imediatamente batizada como a Grotta Grande del Vento.



Inicialmente, os descobridores encontraram-se nesta grande caverna na escuridão total e o equipamento existente não lhes permitia descer à base da cavidade. Assim, a altura da gruta foi estimada jogando uma pedra e medindo o tempo da queda. Um primeiro cálculo aproximado levou à altura inesperada de mais de 100 metros. Mais tarde, os exploradores se equiparam com equipamentos adequados e exploraram o imenso espaço, chamado "Abisso Ancona" em homenagem à cidade dos descobridores.

Para conhecer e explorar as Grutas de Frassassi são disponíveis três percursos: Percurso Turístico,
Percurso Speleo-Avventura-Azzurro e Percurso Speleo-Avventura-Rosso. 

Preços: 
Bilhete inteiro: 18 euros; 
Bilhetes reduzidos: 14 euros;
Crianças de 06 a 14 anos: 12 euros.

Percurso Turístico:


É a parte reservada as visitas turísticas, equipada e com total segurança, fácil de percorrer. O total do percurso é cerca de 1.5km (3km ida e volta) e dura aproximadamente 1:30h de visita. Eu fiz esse percurso e adorei. A visita é acompanhada por um guia de turismo local e é feita em diversas línguas (inglês, francês, alemão e italiano).



A visita inicia-se com a abertura de diversos portões, você se sente como se tivesse entrando numa prisão de máxima segurança. Você vai descendo e vai sentindo a pele arrepiar de frio. Visitei as grutas no verão e do lado de fora faziam 40 graus. No interior das grutas a temperatura é constante de 14 graus. Senti muito frio! 

Aqui, entre estalagmites e estalactites, formas e tamanhos estimularam a imaginação dos espeleólogos, que depois da descoberta  as rebatizaram. É assim que durante a visita, você poderá conhecer os "Gigantes", o "Camelo" e o "Dromedário", o "Urso", a "Madonnina", a "Espada de Damocles", o "Obelisco" e até as "Cascatas de Niagara e o "Castelo das Bruxas". Muito legal fazer a visita com crianças, pois elas usam e abusam da criatividade das rochas e conseguem enxergar diversos personagens, que nós adultos não conseguiríamos ver sem elas.

O Abisso Ancona

Ao chegar a primeira gruta, chamada de Abisso Ancona, meus olhos se recusavam a acreditar no que eles viam. Eu já tinha visitado diversas grutas, tanto no Brasil como aqui na Itália, mas nada é comparável com aquilo que estava em frente aos meus olhos. Pecado que eles não deixam fotografar essa primeira parte da visita. 



O Abisso Ancora foi a primeira parte da gruta a ser descoberta. Recebeu esse nome em homenagem a cidade natal dos descobridores, Ancona. É uma enorme cavidade, talvez entre as maiores da Europa e do mundo, que tem essas dimensões: 180 metros de comprimento, 120 metros de largura e 200 metros de altura. Para vocês imaginarem a dimensão dessa gruta, caberia dentro dela, sem nenhum problema, o Duomo de Milão.

No fundo da cavidade pode-se observar uma massa caótica de blocos, resultado de movimentos destrutivos e colapsos que ocorreram ao longo dos milênios e que deram origem ao Abisso Ancona.

No centro do Abisso Ancona chama atenção o imponente grupo de estalagmites de mais de  mil anos chamado "Os gigantes". Dado o diâmetro (2m - 5m) e a altura (1,50m - 20m), eles certamente podem ser considerados as estalagmites mais importantes das grutas. Observando a cúpula do "Abisso Ancona", você pode ver a abertura natural através da qual, no memorável dia de 29 de setembro de 1971, os primeiros espeleologistas desceram ao complexo subterrâneo para anunciar ao mundo a sua descoberta.

Sala 200

Essa parte da gruta recebe esse nome porque ela possui 200 metros de extensão. No início da Sala 200 existem concreções bizarras, todas tendendo a cor avermelhada. É possível ver diversas estalagmites (formações que crescem no solo da gruta e que vão em direção ao teto) e estalactites (formações que se originam no teto de uma gruta crescendo para baixo, em direção ao solo). Quando uma estalagmite encontra uma estalactites, formam uma coluna. 


Percurso Speleo-Avventura Azzuro e Percurso Speleo-Avventura Rosso

Os especialistas e apaixonados por grutas podem escolher um entre os dois percursos Speleo-Avventura. A diferença entre os dois percursos é o grau de dificuldades. É necessário reservar as duas visitas com antecedência.

O Percurso Speleo-Avventura Azzuro é de média/baixa dificuldade e tem duração de duas horas.  É disponível para crianças acima de 12 anos. 

O Percurso Speleo-Avventura Rosso possui grau médio de dificuldade e tem a duração de cerca 3 horas. É aconselhável para quem já fez o percurso Azzuro. 

Para os percursos Speleo Avventura é necessário o acompanhamento de um guia especializado e o equipamento necessário é fornecido pela administração da gruta e é incluído no preço do bilhete. No momento da reserva é melhor perguntar se é necessário algum tipo de roupa. Acredito que seja necessário levar também uma muda de roupa para se trocar depois da vista.



Preços:

Percurso Speleo-Avventura Azurro: 40 euros 
Percurso Speleo-Aventura Rosso: 50 euros

Os preços informados são referentes ao ano de 2017, ano que fiz a visita.

Todos os bilhetes compreendem a visita guiada nas grutas, entrada no museu Speleo-Paleontologico e ao Museu de Genga.

Importante: 

  • A temperatura interna das grutas é 14 grau durante todo o ano com umidade de 98%. Aconselho levar um casaquinho porque faz muito frio e usar sapatos confortáveis;
  • As grutas de Frassassi são abertas todos os dias, menos nos dias 04 e 25 de dezembro. As grutas ficam fechadas também no período de 10 a 30 de janeiro;
  • Não é possível chegar de carro até a entrada das grutas. Próximo das grutas, existe um grande estacionamento, onde você deixa o carro e compra os bilhetes de entradas. Do estacionamento tem um ônibus (passagem incluída no bilhete) que nos leva até as grutas.





Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Capo Vaticano Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fiesole Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giacomo Leoparti Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Grutas de Frasassi Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Pádua Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Recanati Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos Spello TAX FREE Teatro Romano Todi Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Tropea Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.