sábado, 30 de julho de 2016

As 10 coisas mais importantes para ver em Palermo


Cidade fenícia, grega, romana, capital árabe, terra conquistada pelos normandos, franceses e espanhóis. Séculos de história e dominações marcaram Palermo, a cidade de mil faces, uma encruzilhada de povos, amálgama de diferentes culturas e  grandes tradições. 

A capital siciliana exibe orgulhosamente os testemunhos do seu passado glorioso que vive na grandeza do seu patrimônio artístico e arquitetônico. Na "cidade das delícias" coexistem harmoniosamente cúpulas árabes, igrejas barrocas, edifícios em estilo Liberty, teatros neoclássicos e mercados históricos, semelhantes aos souks árabes.

Impossível não se encantar por esta cidade que é inegavelmente bela, mas que infelizmente, mostra em muitos dos seus monumentos históricos os sinais de abandono e decadência.  

O trânsito é caótico, o transporte público não funciona direito (esperei por um ônibus 90 minutos para visitar o centro histórico). Visitei Palermo em julho de 2016, e infelizmente fora do centro da cidade, o lixo toma conta das ruas e das calçadas. Me assustei também com a quantidade de imigrantes africanos que transitam pelas ruas. Florença também possui muitos imigrantes africanos, mas nada comparado com o que vi em Palermo, aliás em toda a Sicilia. O povo palermitano é muito simpático, alegre, gentil e acolhedor. E a gastronomia é dos deuses, e será a protagonista do próximo post.

O Palácio dos Normandos

Em fim, com todos os problemas que uma cidade grande tem, Palermo é mágica, merece uma visita de pelo menos três dias. 


Um pouco de história

Palermo cresceu em torno de uma baía, aos pés do Monte Pellegrino.  A cidade fenícia recebeu o nome de  "Panormos" que significa porto.

Próspera em época romana, (os romanos conquistaram definitivamente a Sicilia em 212 a.C) o seu maior esplendor foi com os árabes (que iniciaram a invasão na Sicilia no ano de 827), quando Palermo competia com o quesito beleza com as cidades de Cordoba e Cairo, no Egito. 

Em época posterior, foi eleita a capital do reinos dos normandos que conquistaram a Sicilia em torno do ano de 1091. Da antiga cidade árabe e normanda existe muito pouco, mas a influência oriental é visível na arquitetura das igrejas, nas ruas do centro e nos mercados históricos. 

Um outro período de ouro da cidade, que deixou uma importante marca na arquitetura cívil e religiosa é o Barroco (entre os anos de 1600 e 1700). 

As 10 coisas mais importantes para ver em Palermo


1. Catedral de Palermo



Certamente, é o símbolo da cidade. A catedral de Palermo é uma das mais antigas igrejas cristãs do mundo que remonta ao ano de 600 dC, embora a estrutura atual foi concluída apenas em 1185. Infelizmente a igreja conserva muito pouco da sua estrutura original. 

Inicialmente foi edificada no ano de 600 para o culto cristão, depois por volta do ano 800 foi transformada em mesquita pelos saracenos e aproximadamente no ano 1000 foi transformada novamente em igreja cristã pelos normandos.

 Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a Catedral não é dedicada ao culto de Santa Rosalia padroeira da cidade, no entanto no seu interior, a capela sul é dedicada a Santa e abriga os restos mortais da padroeira da cidade. A Catedral é dedicada a Virgem Maria da Assunção. 

A Catedral é uma jóia da arquitetura histórica parlemitana que você  não pode perder. A entrada é gratuita.

2. As Catacumbas de Palermo

Foto: www.catacombepalermo.it/

O cemitério subterrâneo do Convento dos Capuchinhos, erroneamente conhecido como "catacumbas" preserva os restos mortais de monges, pessoas comuns, nobres e famosas de Palermo.

Possui cerca de oito mil corpos mumificados. O primeiro a ser sepultado alí foi o frade Silvestre de Gubbio, morto em 1599 e o último foi uma menina morta com apenas dois anos de idade em 1920. As condições climáticas dos locais de sepultamento e os métodos utilizados pelos monges para embalsamar os corpos, permitiram que os corpos fossem preservados quase de forma intacta.

 As Catacumbas de Palermo, apesar de ser um pouco fora do centro da cidade, é um dos destinos turísticos mais apreciados pelos visitantes da capital siciliana. Confesso que fiquei um pouco impressionada, mas vou dedicar um post somente para essa atração. 

3. Igreja da Martorana



Conhecida como Martorana, a Igreja de Santa Maria dell’Ammiraglio ou San Nicolò dei Greci, localizada na Piazza Bellini é uma igreja com uma beleza desarmante. Ao entrar na igreja é impossível não emitir um "nossa" porque a riqueza dos afrescos, dos mosaicos e das decorações é realmente de tirar o fôlego. Certamente é um dos exemplos mais importantes do estilo bizantino medieval da Itália, além de ser caracterizada pela multiplicidade de estilos. Entrada gratuita.

4. Capela Palatina e o Palácio dos Normandos

Capela Palatina - Palácio dos Normandos - Palermo

A presença do Palácio dos Normandos, também conhecido como o Palácio Real, nos lembra que um tempo Palermo foi a capital do Reino das Duas Sicílias e hospedou o rei e mais tarde o vice-rei. 

Atualmente é a sede  Regional da Sicilia e é um dos monumentos mais visitados da ilha, além de ser a mais antiga residência real na Europa.

Hoje é possível visitar suas belas salas, como a Sala Vermelha, Sala Amarela, a Sala Verde, a Sala de Hércules, etc. 

No primeiro andar do edifício foi edificada a esplêndida Capela Palatina, jóia da arte bizantina, dedicada a São Pedro Apóstolo. A imagem de maior impacto é a bênção de Cristo Pantocrator, presente  no mosaico da cúpula.

5. Os mercados populares de Palermo



Numa viagem em Palermo, não pode faltar no seu roteiro uma visita aos mercados populares da cidade. Para nós brasileiros, não tem muita novidade, pois os mercados são um grande feira pelas ruas da cidade, onde se vendem principalmente frutas, peixes, carnes, verduras e legumes. Recomendo o passeio porque é a melhor forma de mergulhar nas cores, nos sabores e na cultura popular palermitana. Os dois mercados mais populares são o Ballarò e Vucciria. O primeiro se encontra próximo a estação ferroviária e o segundo próximo a Igreja da Martorana. Eu gostei mais do Ballarò. achei o Vucciria meio caidinho.

6. A Fonte Pretoria



Considerada uma das fontes mais bonitas do mundo, a Fonte Pretoria é um dos símbolos de Palermo. Inicialmente foi construída em Florença e sucessivamente foi levada para Palermo. A fonte possui diversas estátuas alegóricas que representam divindades mitológicas e os quatros rios de Palermo: Oreto, Kemonia, Papireto e Maredolce.

7.  O Teatro Massimo



O Teatro Massimo é uma das jóias mais representativas da cidade de Palermo. É o maior teatro de ópera da Itália e terceiro da Europa, depois da Ópera de Paris e do Staatsoper de Viena. Imponente, elegante, podemos definí-lo usando somente uma palavra: belissímo! Impossível não se deslumbrar com o seu fascínio.

Na fachada, acima das seis colunas de entrada, está inscrito a seguinte frase: L’arte rinnova i popoli e ne rivela la vita." (A arte renova as pessoas e revela a sua vida).

8. Quattro Canti



Os Quattro Canti representam o verdadeiro centro de Palermo. É uma praça octagonal, Praça Vagliena, formada pela interseção do Corso Vittorio Emanuele e Via Maqueda. Os quatro lados da praça são formados por quatro edifícios decorados com estátuas, fontes e colunas que representam os quatro distritos de Palermo: Albergheria, Capo, La Loggia e Kalsa. No centro de cada um destes edifícios foram colocados quatro estátuas que representam aqueles que uma vez foram os santos padroeiros da cidade: Cristina, Ninfa, Oliva e Agata.

9. Mondello



Mar azul e cristalino, areia branca faz de Mondello  uma das mais belas praias do mundo. No verão, é densamente povoada com banhistas e é quase impossível encontrar um lugar para relaxar, mas Mondello é belo durante todo o ano. Nos dias ensolarados oferece passeios maravilhosos à beira-mar, ótima comida  e, porque não, um relaxante banho.

10. O Duomo de Monreale



Distante apenas 8 km de Palermo, na bela cidadezinha de Monreale se encontra a famosa Catedral dedicada à Virgem Maria, que todos os anos recebe milhões de peregrinos e turistas, não só por causa da sua religiosidade, mas também pelo fato de ser um dos melhores exemplos de construção bizantina de toda a Itália. O grandioso edifício religioso foi contruído no ano de 1174 por vontade do rei normando Guglielmo, após  ter sonhado com a Virgem Maria que lhe pedia para construir um templo em sua homenagem. Segundo a tradição a Mãe de Jesus, lhe indicou ainda onde encontrar um tesouro para financiar a construção do edifício.


Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.