domingo, 15 de setembro de 2013

San Marino, Patrimonio da Humanidade

Os Centros históricos de San Marino e Borgo Maggiore, juntamente com o Monte Titano, foram inseridos la Lista de Patrimônio da Humanidade, no dia 07 de Julho de 2008 em Quebec no Canadá.

Este reconhecimento assume uma importância significativa para a República de San Marino, a mais antiga do mundo. que manteve inalterados os seus valores de autenticidade e identidade. 

O valor universal atribuído à Cidade-Estado, que se ergue inconfundivelmente no topo do Monte, em seu ambiente medieval, constitui o testemunho de uma civilização viva, que desenvolveu um livre percurso democrático através das próprias instituições.

Breve história de San Marino

San Marino e a sua história são um exemplo único de pequeno Estado no mundo, conservado autônomo e independente através dos séculos.

As origens relatam de um refugiado, um pedreiro de origem dàlmata, Santo Marino, que em um primeiro momento se estabeleceu em Rimini. Porém o destino reservava ao Santo un refúgio e um Santuário próprio no Monte. Para fugir das perseguições que o Imperador Deoclesiano infligia, o diácomo Marino constituiu uma pequena comunidade, entre o laico e o religioso, na área mais protegida do Monte. A data de fundação remonta a 301 d.C.

O primeiro documento histórico é datado de 885 e se refere a uma disputa no território, entre o monge Stefano de San Marino e o  Bispo Deltone de Rimini. Neste se afirma que s terrenos disputados nunca tinham sido de propriedade de outros além dos samarineses e que deveriam permanecer, portanto, em propriedade dos mesmos.

Ao longo dos séculos, os samarineses demonstravam aversão a qualquer tipo de expansão. Desenvolveram entretanto, uma sábia política de aliança que os levou - após a guerra de 1463, vencida junto ao Papa e os Duques de Montefeltro para se defender da potente familia Malatesta de Rimini - o ordenamento territorial de 61 km2, nunca mais variado.

A República teve importantes reconhecimentos como o de Napoleão Bonaparte em 1797, que reconheceu a sua soberania e o Congresso de Viena em seguida, mesmo modificando o curso do traçado da Europa, respeito a independência de San Marino.

Generosa e solidária, muitas vezes as portas da pequena República foram abertas para aqueles que, em difícieis momentos da história italiana, foram ali procurar refúgio e proteção. 

Um dos mais ilustres personagens que encontrou conforto em San Marino foi Giuseppe e Anita Garibaldi, que, em 31 de julho de 1849, perseguido pelos austríacos e no limite das suas forças, permaneceu em San Marino por 24 horas, respeitando o território e fazendo desarmar as suas tropas.

Em 1943 San Marino foi a meta de aproximadamente 100.000 refugiados em fuga das tragédias da segunda guerra mundial.

O território samarinese (61km2) tem a forma de um quadrilátero irregular com prevalência montanhosa, no centro està o Monte Titano. San Marino è circundata por duas regiões italianas: Emilia Romagna a nordeste e Marche a sudoeste.


Outras informações:
  • A moeda corrente em San Marino é o euro;
  • Formalidades de fronteira: Não existe nenhuma formalidade de fronteira ou alfandegária. Podem entrar em San Marino todos aqueles que estiverem em ordem com o visto de ingresso na Italia;
  • A lingua oficial de San Marino è o italiano;
  • A população samarineses em janeiro de 2013 era de 32.471 pessoas. 
Aguardem o próximo post onde eu contarei o que poderemos visitar em San Marino.

A presto!



Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.