terça-feira, 8 de maio de 2012

Palazzo Michelozzi: Pedro Americo e a Monalisa

Quando o duque Cosimo I transferiu a residência da sua familia do Palazzo Vecchio para o Palazzo Pitti nos anos entre 1550-1560 a zona de "Oltrarno" ou seja, do outro lado do rio Arno, ficou muito valorizada. Até então essa zona da cidade era pouco povoada. Com a chegada da corte do duque, muitas familias nobres fiorentinas resolveram construir seus palácios nessa zona, principalmente na Rua Maggio, onde ainda hoje podemos admirar diversos palácios de 1500.

A Via Maggio, anticamente se chamava Via Maggiore, ou seja, Rua Maior. Era chamada assim, porque era uma rua larga, lembramos que em Florença a maioria das ruas são estreitas, era uma cidade medieval. As ruas largas que a gente vê hoje, foram ruas construídas ou alargadas no final de 1800, quando Florença foi capital da Italia por cinco anos. Mas no século XIV, já existia a Via Maggiore, que no decorrer do tempo, transformou-se em Via Maggio.

A Via Maggio fica exatamente após a Piazza Frescolbaldi, após a Ponte Santa Trínita e vai até a Piazza San Felice, próxima ao Palazzo Pitti.

Na Via Maggio, encontramos diversos palácios construídos no século XIV, eu escolhi para esse post o Palazzo Michelozzi, que não é o mais bonito e nem o mais importante da rua, mas para mim e acredito que para vocês também esse palácio tem um quê de especial. 
O brasão da familia Michelozzi

O palácio foi construído pela familia Michelozzi na metade do século XIV, num terreno onde anteriormente existia diversas casas que pertenciam a familia Corbinelli. O arquiteto provavelmente foi Giovann Battista Caccini, o mesmo que esculpiu duas das estátuas (Verão e Outono) que podemos ver na Ponte Santa Trínita. Caccini foi o autor também do altar maior da Basilica Santo Spirito que foi patrocinada pela familia Michelozzi. Observando bem o altar principal da Basilica Santo Spirito, podemos ver o brasão da familia Michelozzi que era realmente uma familia nobre da cidade.

O palácio possui três andares e a fachada representa bem a arquitetura do renascentista fiorentina do século XIV. Podemos perceber a simplicidade e a austeridade na decoração da fachada pintada em amarelo. Acredito que originalmente, o palacio deveria ser pintado de branco, com algumas decorações em cinza da pedra serena, que foi uma pedra muito utilizada na arquitetura de Brunellesch, o principal arquiteto do renascimento fiorentino. O grande portal, no andar térreo feito em arco romano ou como se diz aqui em Florença, a "tutto sesto". Em cima do grande portão, podemos admirar o brasão da familia Michelozzi. As 05 janelas no andar terreo são chamadas de janelas "inginocchiate" (ajoelhadas) por causa da sua forma. A primeira janela do tipo inginocchiate foi aquela do Palazzo Medici Riccardi em Via Cavour, e foi desenhada pelo grande maestro fiorentino Michelangelo Buonarotti. Lisa Gherardini, ou seja, a famosa mulher que serviu de modelo para Leonardo da Vinci no quadro da Monalisa, nasceu no dia 15 de junho de 1479 em uma casa que ficava exatamente onde foi construído o Palazzo Michelozzi.

Curiosidade do Palazzo:

Lembram que no início do post eu disse que antes de construir o palacio existia naquela área diversas casas que pertenciam a familia Corbinelli? Recentemente foi descoberto nos arquivos de estado da cidade de Florença a declaração de renda de Antonio Maria Gherardini, pai da Monalisa,  o qual havia anexado na sua declaração de rende os recibos de pagamento de aluguel de uma das casas dos Corbinelli. A Monalisa nasceu e cresceu onde hoje encontramos o palazzo Michelozzi.

Uma outra curiosidade: vocês sabem quem viveu e morreu no Palazzo Michelozzi no ano de 1905? Talvez se eu falar em Pedro Americo, muitos de vocês não conheça, mas seu falar no quadro que todos nós estudamos na escola que representa o famoso momento histórico do nosso país quando Dom Pedro gritou "Independência ou Morte!", que hoje se encontra no museu do Ipiranga em São Paulo, tenho certeza que todo mundo sabe de quem estou falando.
Pedro Americo foi uma famoso pintor brasileiro, aliás, foi o pintor oficial do governo brasileiro, depois de estudar nas melhores universidades européias, ele foi enviado a Florença pelo nosso governo para desenvolver suas habilidades como pintor. Pedro Americo não poderia ter escolhido um melhor local, do que Florença. Foi exatamente no Palazzo Michelozzi que ele viveu por alguns anos e aqui ele morreu em 1905. Aqui em Florença ele pintou o famoso quadro que eu citei anteriormente, o Grito do Ipiranga. O quadro foi feito aqui e depois de pronto enviado para o Brasil. Confesso que fiquei sabendo dessa informação esses dias. 

No corredor de entrada do Palazzo, podemos ver um busto com uma placa feita pelos governos italianos e brasileiros em homenagem ao grande pintor brasileiro.

O corredor Vasariano è famoso porque no seu interior existe diversos quadros de autoretratos de pintores famosos de todo o mundo, entre eles temos o de Pedro Americo, talvez o único brasileiro que teve a honra de ter uma obra no meio dos grandes da pintura mundial. Hoje, o retrato de Pedro Americo não está exposto no corredor, infelizmente ele se encontra no deposito da Galeria degli Uffizi. Mas quem quiser conferir a informação é só acessar esse link clicando AQUI e escrever Pedro Americo no retangulo "Ricerca per Autore" e depois clicar Cerca.

O grito do Ipiranga - Pedro Americo

 O Palazzo Michelozzi fica localizado na Via Maggio no. 11.

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Lucca Macchiaioli Mae Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.