sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Florença: A procura da cidade Romana


Hoje a gente vai continuar conhecendo a história da cidade de  Florença e compartilho com vocês o segundo post da série: Desvendando Florença. O assunto de hoje é exatamente a época de ouro da Florentia Romana.

Florentia conhece a máxima expansão na idade romana com o Imperador Adriano no  século II d.C. com a abertura da estrada Nuova Via Cassia, também conhecida como Adrianea, que atravessava a cidade e o Rio Arno, local onde foi construído uma ponte de madeira, mais ou menos no ponto onde se encontra a atual Ponte Vecchio.

Nessa época Florentia possuia já um porto fluvial, um aqueduto, dois ou três estabelecimentos termais nas atuais Via delle Terme, Piazza Signoria e Piazza della Republica, uma fullonica (local que os romanos utilizavam para lavar e colorir os tecidos), um teatro nas proximidades da Piazza Signoria e um anfiteatro que era localizado próximo a atual Piazza Santa Croce, mais precisamente na Via Torta e portanto fora dos muros que cercavam a cidade. 
Nessa foto podemos visualizar a localização do Teatro (ao fundo) dentro dos muros da cidade e do Anfiteatro Romano (em primeiro plano), maior e fora dos muros da cidade.
Uma pergunta que não quer calar: Por que o anfiteatro foi construído fora dos muros da cidade? A resposta é simples: os romanos não eram bobos, a única boba aqui sou eu! Um anfiteatro è muito maior do que um teatro e a capacidade, claro, é muito maior.

Quando eu digo anfiteatro me refiro a uma estrutra como o Coliseu, uma arena. O teatro em vez, parece uma meia lua, como o Teatro Romano em Fiesole. A pequena descida da Via della Ninna que vemos partindo do Palazzo Vecchio (fica exatamente entre o Palazzo Vecchio e o Museu do Uffizi) em direção ao Tribunal, segundo os arqueólogos seriam os  degraus do teatro romano.

O teatro Romano de Fiesole, nos arredores de Florença
 O anfiteatro de Florença possuia uma capacidade para abrigar 20.000 pessoas e isso não era pouco, visto que a cidade era ainda muito nova. Concentrar tanta gente no mesmo local, poderia ser perigoso para a defesa da cidade. E se houvesse uma revolta? Como fazer para conter todo esse povo? É muito mais fácil concentrar esse povo fora dos muros e em caso de revolta, era só fechar os portões de acesso da cidade. Espertinhos, né… Não foi à toa que os romanos conquistaram meio mundo.

Reconstrução da Piazza Signoria na Florentia Romana - O grande complexo de termas
A cidade, como diz o seu próprio nome, floresce também economicamente e se transforma num Centro Multicultural como comprova a presença dos primeiros habitantes da zona dell’Oltrano (do outro lado do Rio Arno): uma colônia oriental de mercantes sírios e gregos que mais tarde serão um dos responsáveis pela divulgação do cristianismo em Florença.
 
Ainda hoje, podemos encontrar traços da Florentia Romana: Via di Capaccio,Via delle Terme,Via del Campidoglio. Podemos encontrar uma cópia da Colonna dell’ Abbondanza na Piazza della Repubblica.

Saiba mais sobre a Colonna dell'Abbondanza: Piazza della Repubblica: Colonna dell'Abbondanza ~ Noticias da Bota

Graças a diversas escavações arqueológicas, é possível ver exatamente a exata localização de diversos edifícios da era romana na atual cidade de Florença. Numa vista aérea de Florença no Google Maps, podemos ver exatamente a forma do anfiteatro romano. Veja na foto abaixo o contorno do anfiteatro romano. Passando atualmente por essas ruas, nossos olhos podem perceberem exatamente através da linha curva onde foram construídos os atuais prédios a localização do anfiteatro romano.

 
 Já falamos sobre o anfieatro romano de Florença nesse post: Um anfiteatro romano em Firenze...Você sabia?

No subterrâneo da Torre della Pagliazza (atual Hotel Brunelleschi), encontramos os restos do complexo de uma terma romana.Saiba mais sobre a Torre della Pagliazza: A Torre della Pagliazza ~ Noticias da Bota.
Imagem: Wikipedia - Restos da terma romana debaixo da Torre della Pagliazza
Na atual Piazza della Repubblica estava localizado o Foro Romano e o Campidoglio, como já foi dito no post anterior Desvendando Florença, o Campidoglio era o mais importante templo religioso dos Romanos.

 
Na Foto acima, podemos ver uma reconstrução do Foro Romano e do Templo Capitolino, hoje atual Piazza della Repubblica. Vemos os templos, logo atrás o aqueduto romano que portava água para as termas e ao fundo, a muralha romana. Tenho certeza que a partir de agora, quando vocês passarem pela Piazza della Repubblica em Florença, irá visualizar nitidamente a antiga praça romana.

O Teatro Romano na antiga Florentia, era localizado nos arredores da Piazza Signoria, mais precisamente debaixo do atual Palazzo Vecchio. Já falamos aqui que o Palazzo Vecchio oferece visitas guiadas nos restos do Teatro: Conheça as escavações do teatro romano de Florença.

Na atual Piazza San Firenze, onde está localizado o Tribunal, foram encontrados restos do templo romano consagrado a Deus Isís. Foram encontrados centenas de fragmentos de mármores, colunas e tantos outros objetos que podem ser vistos no Museu Arqueológico de Florença.

Imagem: La Repubblica - Escavação Templo de Isís
Se diz que Florença foi consagrada a Marte, e que ainda na época medieval, a estátua do Deus da Guerra era localizada próximo a Ponte Vecchio. Tal estátua foi perdida durante a enchente de 1333.

 Para finalizar, compartilho com vocês, um video belissimo, que reconstrói a Florentia Romana. Infelizmente, o video è em lingua italiana: Florentia. Alla ricerca della città romana

Enfim, soltem a sua imaginação ao visitar Florença. Cade pedra, cada palacio, cada estátua, cada rua pode te contar um segredo!

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.