quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

As Batalhas de Leonardo da Vinci e Michelangelo no Palazzo Vecchio em Florença

Salone dei Cinquecento, Palazzo Vecchio
Há algumas semanas começou no Palazzo Vecchio em Florença uma verdadeira caça ao tesouro! Explico melhor: o Comune de Florença juntamente com a National Geographic, começou uma pesquisa, ou melhor uma busca, em uma das paredes do Salone dei Cinquecento á procura da famosa obra  realizada por Leonardo da Vinci: A Batalha de Anghiari! Tudo isso tem gerado muitas discussões entre os "espertos" da história da arte. Mas porque essa obra está escondida? Será que ela existe? Será que vale a pena procurá-la? Essas são as perguntas que os cientista estão tentando responder.  Eu como amante da arte e acima de tudo por curiosidade, tenho acompanhado toda essa movimentação e vou tentar compartilhar com vocês algumas considerações.

Um pouco de história:

A  famosa batalha  aconteceu no dia 29 de junho de 1440 numa cidadezinha chamada Anghiari na Provincia de Arezzo na Toscana (daí o nome Batalha de Anghiari) entre as tropas de Milão que queria expandir o seu território até a Toscana e uma coalisão guiada pela República de Florença que compreendia além dos fiorentinos, 4.000 soldados do Papa, 300 cavalheiros de Veneza e alguns volúntarios da cidade de Anghiari. Lembrando que nessa época a Italia não era unificada e existiam diversos ducados, reinos, republicas em toda a peninsula. Apesar da superioridade numérica das tropas de Milão, a coalisão fiorentina saiu vitoriosa. Essa batalha foi descrita de forma irônica  por Machiavel e pintada por Leonardo da Vinci.

Os afresco de Leonardo da Vinci e de Michealngelo no Salone dei Cinquecento

Os dois grandes gênios do Renascimento, Leonardo e Michelangelo, em abril de 1503 receberam a tarefa de afrescar as paredes laterais do Salone dei Cinquecento do Palazzo Vecchio de Florença. Ambos teriam que desenhar uma batalha: Leonardo faria a Batalha de Anghiari e Michelangelo a de Cascina (batalha feita contra Pisa no ano de 1364, na qual Florença saiu vitoriosa). A parede da esquerda foi reservada para Michelangelo e à direita a Leonardo. Os dois afrescos teriam que ter 7 metros de altura e 17 de largura.Tanto o afresco de Michelangelo quanto o de Leonardo não chegaram até nós. 

A Batalha de Cascina de Michelangelo:
O afresco de Michelangelo nunca foi executado (provavelmente por questões políticas). O que sabemos com certeza é que Michelangelo abandonou o projeto para retornar a Roma, onde trabalhou com o Papa Giulio II. Michelangelo chegou a fazer os desenhos iniciais da Batalha de Cascina, mas infelizmente eles foram perdidos. Graças ao seu discípulo Aristóteles Sangallo, os desenhos iniciais foram copiados e hoje podemos ter uma idéia de como seria o afresco de Michelangelo. Tais desenhos se encontram hoje no Holkham Hall na Inglaterra. Vejam abaixo:


Batalha de Cascina: Michelangelo - Imagem: Wikipedia



O afresco representa exatamente o momento em que os soltados fiorentinos começavam a banhar-se no Rio Arno quando tocou as trombetas avisando que as tropas de Pisa atacariam. Imaginam a quantidade de corpos nus que iríamos admirar nesse afresco? No desenho a gente pode perceber a perfeição anatômica dos corpos. Accidente a Michelangelo que não iniciou a obra!


A Batalha de Anghiari de Leonardo da Vinci:


Bem, e o afresco de Leonardo? Esse sim foi iniciado e logo em seguida foi danificado devido a uma técnica inovadora e inadequada utilizada pelo autor e por isso a obra ficou inacabada. Na verdade, o grande erro de Leonardo, foi que ele não queria utilizar a técnica do afresco, ele queria fazer uma "pittura murale" com uma nova técnica, que infelizemente não deu certo e a parte de cima da pintura começou a se desfazer, restando somente a parte inferior. 

Detalhe da Batalha de Anghiari

De fato, apesar dos desastres, o trabalho foi em grande parte concluído, pois Leonardo tinha trabalhado por mais de um ano com seis assistentes. Apesar dos danos na parte superior, a Batalha de Anghiari   foi exposta no Palazzo Vecchio durante vários anos. O que seria uma das grandes obras de Leonardo foi vista e reproduzida diversas vezes. Rubens reproduziu a obra - provavelmente a partir dos desenhos, pois ele nasceu em 1577 quando a obra de Leonardo já havia desaparecido. A pintura de Rubens oferece uma boa idéia de como era o afresco de Leonardo.




O que temos notícia é que entre os anos de 1557 e 1563 foram perdidos os últimos traços da obra de Leonardo, quando tais paredes foram redecoradas com obras de Vasari.

A Batalha de Anghiari de Leonardo reproduzida por Rubens
 A minha intenção no início do post era falar exatamente da pesquisa que está acontecendo nesse momento no Palazzo Vecchio, onde os cientistas estão procurando a pintura de Leonardo, mas como eu achei que era melhor explicar como tudo aconteceu, o post ficou gigante e acredito que cansativo para ler. No próximo post eu continuo a contar como anda a pesquisa, o que levou os cientistas e o comune de Florença acreditar que realmente a obra de Leonardo poderá ser recuperada. Continuem com a gente!

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Lucca Macchiaioli Mae Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.