sábado, 5 de fevereiro de 2011

Turismo: boom de brasileiros em Firenze!

Hoje eu li um artigo no jornal dizendo que 2010 foi um ano boom para o turismo de Firenze - houve um aumento de 14% em comparação aos anos de crise 2008-2009.  O saldo positivo foi de  11 milhões de registros a mais que os anos anteriores, inclusive 2007. Em tempos de crise è um excelente índice. Os maiores registros foram feitos entre  a primavera e o ínicio do verão:  março e no trimestre maio, junho e julho.

Houve aumento também  nos números referente aos Museus estatais de 6%, ou seja, um aumento de 4.800.000 turistas  que visitaram os museus fiorentinos. Só o Uffizzi registrou um aumento de quase 8%. Os ingressos ao Complexo do Duomo também foram aumentados, chegando  a (+ 6%) - cerca de 1.400.000 turistas a mais  a respeito dos anos anteriores. Um outro índice curioso foi que os B&B, agriturismi, affittacamere  aumentaram em (+80%) o número de quartos - um aumento muito superior respeito aos hoteis convencionais.

O que me chamou mais atenção foi que esse aumento foi devido principalmente a presença de turistas pertencentes aos paises emergentes conhecidos como BRIC (Brasil, Russia, India e China) juntamente com os australianos. Os americanos continuam sendo os principais a visitarem a Cidade da Arte, e o BRIC vem logo em seguida. Fiquei toda orgulhosa, em saber que nós brasileiros, somos bem vindos a Firenze, pelo menos como turistas e que finalmente o brasileiro, è reconhecido como turista, em vez do pobrezinho,  que vem para o exterior porque foge da fome. 

Olha que legal:  o Brasil foi o país que mais cresceu proporcionalmente, isto é, a presença de turistas brasileiros no terrirtório fiorentino cresceu 69% em 2010 (tudo isso, sim senhor!), enquanto a Russia, em segundo lugar, teve um crescimento de 54%. Os japoneses, em vez, são os turistas que mais retornam a Firenze.

As perspectivas para 2011 são positivas, principalmente referente ao turismo internacional. O que me deixou chocada, foi que o mercado nacional, cioè, o turista italiano,  permaneceu estável em 2010. O motivo será a crise ou será que os italianos, como todo turista, preferem passar as férias no exterior? 

Espero que esses numeros realmente aumentem em 2011 e se continuar esse boom de brasileiros por aqui, acho melhor eu trocar de faculdade e estudar turismo para poder atender o mercado brasileiro. Até que a idéia me agrada!

Depois do caso da Denise Severo  e de tantos outros brasileiros que foram barrados injustamente nos aeroportos espanhois, eu só tenho que lamentar e deixar um recadinho para os espanhois:  Olha ai....o turista brasileiro está arrebentando em Firenze!

3 on: "Turismo: boom de brasileiros em Firenze!"
  1. Cris,
    Eu tb me sinto orgulhosa com o aumento dos turistas brasileiros, mas como sou uma mulher de muitas perguntas, tem uma q não quer calar:
    Nós, brasileiros q vivemos aqui na Toscana, infelizmente não vemos oportunidades de emprego surgirem com este aumento dos nossos co-nacionais turistas...basta abrir qq jornal de emprego e ver q são os madre lingua russos são muito procurados para trabalhar na area turistica/comercial, mas para o brasileiros...neca de catibirica e pq???

    Hipóteses:
    1. Similaridade entre o italiano e o português ???

    2. O turista brasileiro, vem para o exterior e a ultima coisa q quer encontrar são outros brasileiros e/ou falar portugês, afinal falar italiano é mais chique???

    3. Somos mais flexiveis em aceitar q não falem conosco em nosso idioma ???

    Bohhhhhhhhhhhhhh

    Sarah

    ResponderExcluir
  2. Sarinha

    Eis uma resposta que eu tambem queria saber! O Brasil esta passando por uma fase economica muito boa e esta esta refletindo nos numeros de brasileiros que podem se dar o luxo de passar ferias no exterior. Acredito que esse numero so vai aumentar, ainda mais agora com a valoriçao do real. Se o crescimento for continuo, e alem dos turistas brasileiros, as empresas brasileiras vierem para o exterior, a mao de obra brazuca sera muito valorizada e com isso a a nossa lingua.

    ResponderExcluir
  3. Uma prova disso a gente ja pode ver nas casas de cambio e nos onibus de turismo que rodam pela cidade. A primeira vez que vim a Italia, nao existia o guia em portugues nesses onibus e hoje a gente ja ve a bandeirinha verde ouro desenhada no onibus. Nao è portugues de Portugal, è o portugues do Brasil.

    Outro dia na faculdade ia ter uma palestra de um de um professor da UFRJ e o tema era o sistema presidiario no BRasil. Eu nao pude assistir pq tinha uma aula importante no horario e nao podia faltar. Mas fiquei contente em saber que o BR esta mostrando a sua cara no exterior.

    ResponderExcluir

Cristiane de Oliveira, brasileira, natural do Rio de Janeiro, mora em Florença
há mais de cinco anos. Apesar de ter o coração verde e amarelo, se apaixonou pela Italia e mais precisamente por Florença a ponto de estudar minusiosamente a história da arte, do povo e da cidade onde vive. Hoje, Cristiane, è guia turística autorizada da cidade de Florença.

- Favor não usar termos ofensivos ou palavras inadequadas;
- Evite o uso desnecessário e excessivo do "Internetês" ou abreviaturas;
- Seja claro e objetivo;
- Leia os comentários antes de postar perguntas repetidas ou já respondidas;
- Procure postar os comentários nas páginas dos respectivos assuntos;
- Elogios são bem-vindos, críticas e sugestões também.

Obrigada pelo seu comentário !

Comentários racistas e ofensivos não serão lidos e nem publicados.

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Capo Vaticano Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fiesole Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giacomo Leoparti Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Grutas de Frasassi Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Pádua Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Recanati Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos Spello TAX FREE Teatro Romano Todi Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Tropea Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.