segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Origem da Palavra Carcamano

Aqui na Italia esta passando pela segunda vez a novela brasileira Terra Nostra e por diversas vezes escutei alguns personagens se referindo aos imigrantes italianos de "carcamano". Fiquei curiosa de saber o qual a origem da palavra e o que ela realmente significa. Perguntei ao meu marido e a alguns italianos que conheço e para minha surpresa, eles nao sabem o significado e a maioria deles nao conhecem nem mesma a palavra.

Entao, tive que apelar para o Google e começamos a pesquisar, eu e meu marido, pois agora ele tambem ficou curioso.

Carcamano è uma forma pejorativa, depreciativa aplicada aos primeiros imigrantes italianos no Brasil.

E qual è a origem da palavra?

Os comerciantes, ambulantes italianos para ludibriar o freguês e ter lucro a mais na pesagem da mercadoria o "carcamano" apertava ("carcava") de modo sorrateiro, disfarçado, a mão contra o prato da balança!

Realmente os italianos nao sao chamados de Gringos (essa expressao è usada para os americanos), no Brasil eles sao chamaos de Carcamanos. Preconceitos: sim.... existia preconceitos com imigrantes no Brasil. Acho que o preconceito com imigrantes existe desde de que o mundo è mundo, infelizmente.

Carcamano: nomignolo che venne dato, in un primo momento, ai venditori ambulanti italiani che aggiungevano il peso della mano alla bilancia. In seguito, comprese tutti gli emigranti italiani

A Wikipedia diz o seguinte:

Carcamano
é uma designação dada em algumas partes do Brasil aos italianos e seus descendentes. Noutras partes, o termo é usado para denominar outros grupos, como judeus e árabes no Maranhão, no Piauí (nas cidades de Floriano e Teresina) e no Ceará.

A origem do termo é duvidosa. Segundo Antenor Nascentes é provável que carcamano derive da palavra castelhana carcamán, que na América Latina denota "pessoa decrépita" (no Peru), forasteiro pobre (em Cuba), pessoa pretensiosa e de poucos méritos (na Colômbia) e italiano - em especial genoveses - (na Argentina)[1].

A etimologia popular, sem qualquer fundamento científico, credita o termo à expressão "calcar as mãos", popularmente pronunciada "carcá as mano" no dialeto paulistano do início do século XX, em referência a feirantes desonestos que, discretamente, forçavam as balanças com as mãos para que estas registrassem um peso maior para as mercadorias que vendiam.

9 on: "Origem da Palavra Carcamano"
  1. Muito legal! eu até já havia esquecido essa palavra.Quem a falava era meu sogro...um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Interessante seu post. Eu havia visto uma explicaçao sobre a etimologia da palavra "carcamano" no Brasil, em algum programa que nao me lembro qual :D

    Meu namorado também nao conhecia a palavra. Expliquei para ele e ele me disse que na Sicila eles colocam uma mola na balança para enganar o peso e a pessoa comprar mais. Algo assim.

    ResponderExcluir
  3. seu carcamanu! o termo vem dos dialeitos dos sul italia ,i m not good on portuguese ,still today we use it,and the authentic word is CARCAMANU whit the final U

    ResponderExcluir
  4. Só para dizer que em Angola, a palavra carcamano, por vezes grafada karkamano, é utilizada, pejoativamente, para designar os sulafricanos, já era no tempo colonial e aumentou depois que eles invadiram o sul de Angola nos
    anos que se seguiram á independencia.
    Abracos

    ResponderExcluir
  5. Para lembrar, os "Caracamanos" tabém estão dentro do mundo político, e como sempre estão envolvidos nos escândalos de corrupções e realmente querem tirar vatagens em tudo. Tenho lembranças da epópeia dos cafezais lá em 1950 em diante quando se desviava sacas de café.
    Isso se denota nos italianos que vieram do norte da Italia e também os misturados com sangue de árabes, calabrez, Sicilianos de origens do Alcapone (Mafioso) e tantos outros que imigraram para o Brasil... São ligeiros e não são muito de trabalhar no pesado e sim em serviços leves.... hehehehe

    ResponderExcluir
  6. Anonimo

    Obrigada pela participaçao e por enriquecer o nosso post!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cris,
    Apenas como uma colaboração á sua tão caprichosa resposta, há um regionalismo que você não previu: No Sul do Brasil (principalmente no Rio Grande do Sul) chamam, sim, os italianos de GRINGOS. Com um leve tom pejorativo, alegando comportamento malandro, ladino. Fazem muitas piadas sobre isso por lá. Quanto mais influencia sobre o sotaque ou o comportamento, mais o consideram "Gringo".

    ResponderExcluir
  8. Luiz

    Obrigada pela sua participação. Um grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Um esclarecimento. Aqui no RS sim chamamos os descendentes de gente ariana (italianos, alemães e até norte americanos) de gringos. Há muitos deles que se fecham em guetos e não se misturam, há gente aqui que não fala a língua do Brasil. Muitos fazem dupla cidadania para voltar para seus países mas não são bem tratados por lá. O contato com o que é diferente sempre traz conflitos. Agora estamos recebendo muitos haitianos e sul africanos, não só no RS mas tb no PR e SC, e há casos de racismo contra eles, principalmente por parte dos imigrantes europeus. Ora, se todos são imigrantes e todos conseguiram espaço aqui no Brasil quando precisaram, como nós conseguimos espaço lá fora, não entendo o tratamento dispensado aos novos imigrantes de pele mais escura. Afinal, o povo brasileiro foi formado tb por africanos trazidos à força pra cá. E há outra coisa aqui nos Estados do Sul que eu não conhecia antes de trabalhar em SC. Eles não gostam de gaúchos pois vamos pra lá trabalhar e ocupamos as vagas dos concursos públicos. Pensam que o Estado de SC é deles, tratam mal tb os paulistas e argentinos. Ora, o Brasil é de todos os brasileiros. Assim eu penso. Outro detalhe: o termo carcamano era usado tb para mafiosos. Um beijo, Cris, e valeu o post.

    ResponderExcluir

Cristiane de Oliveira, brasileira, natural do Rio de Janeiro, mora em Florença
há mais de cinco anos. Apesar de ter o coração verde e amarelo, se apaixonou pela Italia e mais precisamente por Florença a ponto de estudar minusiosamente a história da arte, do povo e da cidade onde vive. Hoje, Cristiane, è guia turística autorizada da cidade de Florença.

- Favor não usar termos ofensivos ou palavras inadequadas;
- Evite o uso desnecessário e excessivo do "Internetês" ou abreviaturas;
- Seja claro e objetivo;
- Leia os comentários antes de postar perguntas repetidas ou já respondidas;
- Procure postar os comentários nas páginas dos respectivos assuntos;
- Elogios são bem-vindos, críticas e sugestões também.

Obrigada pelo seu comentário !

Comentários racistas e ofensivos não serão lidos e nem publicados.

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Capo Vaticano Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fiesole Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giacomo Leoparti Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Grutas de Frasassi Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Pádua Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Recanati Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos Spello TAX FREE Teatro Romano Todi Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Tropea Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.