domingo, 28 de dezembro de 2008

Natale a Rio



Ontem fui ao cinema assistir o tao comentado filme de produçao italiana "Natale a Rio" com Christian de Sica, um comediante italiano. Ha 23 anos na epoca do natal, De Sica e sua turma produz um filme com o mesmo tema: Natale Sul Nilo, Natale a Miami, Natale a New York, Natale in India e esse ano a turminha foi para na Cidade Maravilhosa, no Rio de Janeiro. O filme sempre tem o mesmo enredo, ferias de fim de ano, muito risadas e muita trapalhadas. Nao è que eu goste muito desse tipo de filme, mas eu estava super curiosa de ver como a produçao retrataria a minha cidade Maravilhosa.

Para minha surpresa, a mulher brasileira continua sendo o carro chefe do pais, sendo mostrada sempre como mulata e com o samba no pe. Nao tenho nada contra o samba e nem contra as mulatas, mas para mim, sendo brasileira, è muito triste pensar que a mulher brasileira, principalmente a carioca, somos todas mulatas e so sabemos sambar. A mulher brasileira, è mulata, branca, negra, loira, ruiva, india, oriental...somos uma mistura de raças! Somos maes, esposas, namoradas, dona de casa, empresarias, dançarinas, exercemos varios papeis de uma so vez, somos brasileiras, sim Senhor! Desculpem o desabafo, è que fico possessa quando vejo os gringos generalizar a mulher brasileira somente como a mulata com samba no pe.

Depois, è claro que isso nao podia faltar, dois personagens se perdem e vao parar na favela. Um monte de crianças armadas roubam as malas, dinheiro, passaporte.... tudo! Eu sei que o Rio de Janeiro tem favelas e milhoes de pivetes, mas sei tambem que a minha cidade possui coisas mais bonitas para ser mostrada no exterior.

Enfim, fiquei chocada em saber que o Brasil ainda, aos olhos dos estrangeiros è so samba, favela, mulher bonita. Eles esqueceram so de mostrar o futebol.

Quanto ao filme, razoavel, da pra rir um pouco!

Uma coisa muito curiosa que aconteceu ontem no cinema è que o filme foi dividido em duas partes, com intervalo. Durante o intervalo de mais ou menos 5, 10 minutos, apareceram rapazes vendendo bala, biscoitos, pipocas, agua e refrigerante. Achei muito estranho, interromper o filme para comer.... Coisas de italianos... hehehehe

Vejam o trailler

13 on: "Natale a Rio"
  1. Muito boa sua reclamação. Se vão falar do Brasil, não importa o tipo de filme, sempre mostram o carnaval com mulheres semi-nuas sambando. Parece que não temos outra cultura.
    Eu li outro dia que os estrangeiros que falam mal do Brasil na verdade estão falando deles mesmos, pois todos estão aqui representados.

    ResponderExcluir
  2. Catarino

    Voce disse tudo!!! A minha bronca è essa: mulher brasileira sempre aparece nua. Obrigada pelo comentario!

    ResponderExcluir
  3. Pois é...
    Costumo ouvir muito dos amigos do meu marido que eu nem pareço brasileira, pois sou branca! E eu explico que existem loiras de olhos azuis no Brasil tb!

    Agora sobre a pausa do filme é para o cigarro, ir ao banheiro, etc. Tb acho estranho, mas não é tão mal assim!
    :-)

    ResponderExcluir
  4. E pra falar a verdade, não gosto nem do De Sica nem da Michelle H. !

    Mudando assunto... Qto à tal da Australiana, Cris, parece que estou melhor. Ontem cheguei a ter 39 de febre. Ninguem merece!

    bjs e boa semana
    :-)

    ResponderExcluir
  5. Ai, acho que eh a primeira vez que comento aqui, Cris..rsrsrs..amiga desnaturada! Seu blog eh otimo, adoro ler..sempre li e soh agora q deixei a preguica de lado e vim comentar..
    Eu to curiosa pra ver esse filme, mas confesso que eu ja esperava isso..favela, assalto, mulata, samba... aiaiai.. no coments..
    quanto a paradinha basica pra comer, cigarro, e xixi, hauah, eu adoro! vc sabe q sou fumante e adoro saber q tenho um tempinho pra fumar e nao vou perder nenhuma parte..

    ResponderExcluir
  6. Eles retrataram a maioria da população ou você queria so loirinho do olhos azuis estudando na UFRJ? Ai não dá...eu já parei de me irratar com isso desde que larguei a política (fiz especialização em jornalismo político) e decidi viver de verdade. O Brasil é assim e normalmente aqueles que querem uma visão diferente disso fazem parte de uma camada elitista insignificante, que na maioria das vezes nunca contribuiram que nenhuma luta social. Bom post =)

    ResponderExcluir
  7. Thiago,

    Me desculpe, dessa vez eu discordo de voce. O Brasil tambem è e a mulata com o samba no pe, os pivetes das favelas, principalmente pivetes que abordam no semaforo,nao estou dizendo que isso nao exista, existem sim, nao sou patriota ao extremo, sei das dificuldades do Brasil e principalmente da minha cidade, pois vivi la por 37 anos. Mas o Brasil, è muito mais que isso!

    ResponderExcluir
  8. Oi Cris,
    Sinto muito por voce ter ido ao cinema. Eu acabei assistindo tambem o filme e eh chatissimo!!! Piadas fraquinhas, esperava algo meio tosco, mas divertido.

    Nao acho que o filme retrate mal o Brasil. Ele retrata a visao do turista italiano no Brasil, estereotipada claro. O tipico italiano que sai da Italia para conhecer uma italiana! rs! E comer comida italiana. :)
    Alias os italianos que deveriam se ofender porque foram mostrados como mentirosos e atrapalhados, coitados.

    Estou em busca de uma comedinha divertida tipo Seçao da tarde, se voce tiver uma sugestao, escreva.


    Feliz 2009 para vc!

    ResponderExcluir
  9. Acho que voce conseguiu definir direitinho a minha frustraçao quando ao filme. Me senti frustrada em saber que a visao do turista italiano em relaçao ao Brasil continua a mesma. Eu esperava algo diferente, mais divertido!

    Quanto a comedia, ando meia por fora pra te indicar alguma coisa, nao sou muito fa de comedia, porem gosto muito dos filmes do Benigni. Esses dias passou um na TV que me fez rir bastante.

    Esse fim de semana, vi La duchessa e gostei muito, apesar de ser um filme historico, è um pouco dramatico. Se vc gostar de Drama, è um excelente filme!

    ResponderExcluir
  10. Cara Cris non ho visto il film . Allo stesso tempo sono sicuro che tu sappia che è solo un film comico di basso livello che non vuole certo rappresentare il Brasile (d'altraparte credo sia impossibile rappresentare il brasile con un film ).
    Il tuo paese è tante cose diverse tutte insieme ma io credo che cercare di ridere sugli stereotipi del proprio paese , agli occhi degli stranieri , sia sempre una buona cura per se stessi . D'altraparte non dimenticarti che noi italiani siamo visti in tutto il mondo come mafiosi (il che è molto piu grave di essere nudi , mulatti e ballare samba ) (ammesso che queste siano cose gravi) . Noi siamo agli occhi degli stranieri quello che il nostro paese esporta .
    Ultima cosa : "gringo" , etimologicamente parlando , è un termine offenisivo per definire gli stranieri , in particolare gli americani . Cuidado viu?

    Continua a scrivere sul tuo blog ti leggo sempre con grande affetto e interesse .
    Abraço!

    ROLLO

    ResponderExcluir
  11. Rollo Meu Querido

    Eu sei que a palavra gringo era usado principalmente pelos mexicanos para definir de uma forma nao muito boa os americanos. Mas no Brasil, a gente usa normalmente para todos os estrangeiros e te asseguro que nao usei o termo em tom pejorativo, ja que sou casada e amo um estrangeiro.. Nao fique "arrabbiato con me, per favore".

    Eu fiquei um pouco frustrada com o filme e confesso que me divirto mais lendo o seu blog do que com o que vi no cinema!

    Um beijo pra ti

    ResponderExcluir
  12. Oi Cris , desculpe se respondo em italiano !
    Non mi offendo e non sono assolutamente arrabbiato con te (anzi ti voglio bene e ti stimo anche se non ci conosciamo personalmente)(non ancora!) . Solo non amo troppo quando una parola , anche se nel linguaggio comune , assume connotati dispregiativi (sono sicuro che tu non lo abbia fatto con questa intezione ) . Un po' di tempo fa parlavi della parola "extracomunitario" che , nonostante il significato sia semplicemente "non appartenente alla comunità europea" assume purtroppo , troppo spesso , connotati ben diversi dalla sua corretta classificazione semantica .
    Per quanto rigurada il film : un po ' incuriosito da quello che avevi scritto ho deciso di andarlo a vedere ieri sera con Vanessa . Devo ammettere non mi aspettavo niente di speciale e infatti niente di speciale è stato . Comicità scadente e qualche parolaccia ma niente di più . Allo stesso tempo devo dirti (e Vanessa , tua compatriota , è d'accordo con me ) che non ci ho visto niente di particolarmente grave o offensivo per il popolo brasiliano . Se ci pensi bene un culo e due tette compaiono in qualsiasi film di quella "saga" . Ovvio "Natale a Rio" non rappresenta in nessun modo il Brasile , i brasiliani o la vostra (che , come tu sai , io amo tant , cultura) . Ma a pensarci bene quel film non rappresenta neanche niente della cultura italiana , della comicità italiana (che ha grandi, storici interpreti) o dell' italianità .
    E' un "cine-panettone" si dice . Facciamolo essere solo quello che è .

    Um afetuoso abraço .

    Rollo .

    ResponderExcluir
  13. Rollo

    Pode escrever em Italiano, nao tem problema algum, eu è que tenho que lhe pedir desculpas por nao responder em Italiano.

    Vamos ver se consigo ir ver a Van antes dela partir!

    Um beijo grande

    ResponderExcluir

Cristiane de Oliveira, brasileira, natural do Rio de Janeiro, mora em Florença
há mais de cinco anos. Apesar de ter o coração verde e amarelo, se apaixonou pela Italia e mais precisamente por Florença a ponto de estudar minusiosamente a história da arte, do povo e da cidade onde vive. Hoje, Cristiane, è guia turística autorizada da cidade de Florença.

- Favor não usar termos ofensivos ou palavras inadequadas;
- Evite o uso desnecessário e excessivo do "Internetês" ou abreviaturas;
- Seja claro e objetivo;
- Leia os comentários antes de postar perguntas repetidas ou já respondidas;
- Procure postar os comentários nas páginas dos respectivos assuntos;
- Elogios são bem-vindos, críticas e sugestões também.

Obrigada pelo seu comentário !

Comentários racistas e ofensivos não serão lidos e nem publicados.

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Capo Vaticano Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fiesole Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giacomo Leoparti Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Grutas de Frasassi Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Pádua Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Recanati Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos Spello TAX FREE Teatro Romano Todi Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Tropea Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.