terça-feira, 2 de setembro de 2008

Um lugar ao sol

Domingo a gente foi almoçar com um casal de amigos de Sandro. E durante o almoço, conversando com a esposa do seu amigo, eu disse que ja que agora que nao tenho Eugenio para dar assistencia, que eu gostaria de estudar ou entao trabalhar.

Ai entao contei que estive na universidade e que fiz inscriçao para o vestibular. Ela me perguntou que faculdade que eu me inscrevi e ai contei que resolvi seguir a area que eu trabalhava no Brasil, que è psicologia do lavoro. Quando eu falei isso, ela torceu o bico. Acho que extracomunitario aqui nao tem direito a ir a universidade.... so pode ser isso! Na verdade, eu nem sei se vou conseguir me matricular na universidade, porque terei que fazer vestibular, pois psicologia è numero fechado. Comprei os livros pra estudar, mas confesso que achei muito dificil e tendo pouco tempo e estando sem concentraçao sera quase impossivel superar o exame. Acho que so passo se "baixar um santo estudante" e fizer a prova pra mim. Mas mesmo assim resolvi fazer, se eu nao conseguir passar esse ano, servira de experiencia para ano que vem.

Depois ela resolveu me dar dicas de como se consegue um emprego. Disse pra eu ir na Coop (para quem esta no Brasil, è uma Cooperativa de supermercado) que tem aqui em frente de casa. Disse pra eu levar meu Curriculo que quem sabe eu consiga um emprego de faxineira, pois è muito melhor trabalhar na limpeza num supermercado do que em casa de familia.

Eu nao tenho nada contra trabalhar com limpeza, se for necessario, eu faço este tipo de trabalho, mas enquanto nao è, sinceramente, eu nao gostaria de fazer. Estudei muito na minha vida, pra me conformar com uma vassoura e um pano de chao. Eu sei que tenho potencial pra um trabalho mais criativo.

Agora fica a pergunta, por que todos aqui pensam que nos extracomunitarios, so podemos fazer serviços mais humildes? Por que nao passam pela cabeça desse povo que podemos ter formaçao no nosso pais de origem?

Por que nao passa na cabeça desse povo que podemos sim, competir com os italianos em profissoes tecnicas e especializadas?

E o pior de tudo, essa esposa do amigo do meu marido, nao è italiana, è romena, e pensa dessa forma. Sera que ela se acomodou e nao correu atras dos objetivos dela ou sera que ela tambem sofreu preconceitos e so esta repassando o que aprendeu?

Eu estava super desaminada com tudo isso. E ai como uma bençao dos ceus, ontem eu recebi um sinal.... uma luz que realmente foi Deus que me enviou para me dar forças e corrrer atras do meu potencial.

Sandro tem uma prima idosa, que na verdade, è prima de Eugenio. Ela nao teve filhos, separada do marido e mora so, alem de ter algumas doenças. Entao ela se inscreveu nao sei a onde, e pediu ajuda de uma assistente social para ir visita-la, conversar um pouco e ajudar a ir ao mercado, esses tipo de coisa. A primeira assistente social que esteve la, ela nao gostou e pediu para trocar.

E ai ontem, eu estava em casa toda jururu, sem forças para estudar pro vestibular, e o telefone toca. Era essa prima de Sandro, dizendo que tinha uma pessoa muito especial do outro lado da linha querendo falar comigo.

Para minha surpresa, era a nova assistente social e era uma BRASILEIRA. Eu fiquei toda feliz, em saber que uma brasileira, venceu todos os preconceitos, conseguiu reconhecer seus estudos e estava trabalhando na sua area. E ela so esta aqui ha 06 anos. E a assistente social, tambem toda feliz, por enfim conseguir encontrar uma brasileira aqui em Firenze, pois ela nao conheceu nenhuma. Agora marcamos de nos encontrar na outra semana e confesso que estou muito feliz.

Ela nao tem noçao de como me fez bem saber que uma brasileira conseguiu um lugar ao sol. E como foi importante a ligaçao dela.

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Capo Vaticano Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Emilia-Romagna Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Ferrari Fez Fiesole Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giacomo Leoparti Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Le Marche Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Loreto Lucca Macchiaioli Mae Maranello Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Recanati Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos Spello TAX FREE Teatro Romano Todi Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Tropea Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.