segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Os cataventos, Don Quixote e eu


Pelas minhas andanças por ai, deparei com imensos cataventos nas estradas espanholas. Eu sei que no Brasil existem esses gigantes do vento, principalmente na Regiao dos Pampas Gauchos e que produzimos energia eolica, mas eu nunca tinha visto de perto. Pra quem nao esta acostumado com essa visao, è algo que causa perplexidade.

Varios pensamentos afloraram na minha mente, enquanto eu estava encantada por esses gigantes do vento. A primeira coisa que pensei foi no Don Quixote de La Mancha, jà que estamos na terra dele.

O que teria feito o grande Cavaleiro se visse os atuais cataventos? Sera que o grande Andarilho do bigode comprido que lutava contra moinhos pensando que eram malfeitores gigantes se renderia aos encantos dos novos gigantes?

Do jeito que Don Quixote era corajoso e as suas lutas aconteciam somente na sua imaginaçao, ele enfretaria os novos inimigos e com certeza venceria. Eu nao tenho duvida disso.

Fiquei imaginando Don Quixote dando de caras com “treinta, o pocos más, desaforados gigantes”?

O incrédulo Sancho pasmava-se, o seu espírito terra-a-terra não vislumbrava mais do que moinhos.

“Aquellos que alí ves, de los brazos largos, que los suelen tener algunos de casi dos leguas”, insistia D. Quixote. A investida do desastrado justiceiro não teve melhor desfecho que as de outras aventuras, como nos conta Cervantes
.

Mas mesmo no infortúnio da derrota, e a provar que Unamuno tinha razão quando escrevia que o Cavaleiro da Triste Figura “no fuera un muchacho que se lanzara a tantas e locas a una carrera mal conocida, sino un hombre sesudo y cuerdo que enloquece de pura madurez de espirito”, Don Quixote descobria sempre uma lição para oferecer ao “desocupado leitor”: “Es lo pueden eses gigantes: rompernos las armas, pero no el corazón”.

Quisera eu saber quantos Don Quixotes existem dentro de mim. Quantos que brigam com inimigos que nao existem, quantos que travam lutas que so existem na minha imaginaçao. Quantos Don Quixotes que sao vencidos todos os dias e quantos ainda lutarao e quem sabe, vencerao...

Marcadores

Acampamento no deserto Acordos Internacionais Arezzo Arqueologia Arte Assistencia Bagno Vignoni Bate-Papo com o Leitor Beato Angelico Berlim Brasil Brasileiros no Mundo Brunello Calábria Campanhas Campania Cantinho da Fada Peregrina Capela Sistina Cappella Brancacci Caravaggio Caserta Casertavecchia Chianciano Chianti Cinema Consulados Conversa fiada Corredor Vasariano Cortona Curiosidades Dante Datas Comemorativas Desvendando Florença Dicas de Viagem Dirigir na Italia Donatello Educaçao Enogastronomia Enquetes e entrevistas Esporte Estudar na Italia Eventos Fez Fique de olho Firenze Florença Galeria de arte moderna Ghirlandaio Giotto Governo Italiano Grandes Pensadores Guia de Turismo Guia Florença Hoteis em Florença Humor Igrejas Imigraçao Inferno Dan Brown Informatica Italia Jubileu Lavoro Legislação Italiana Leonardo da Vinci Livros Lucca Macchiaioli Mae Marrakech Marrocos Matrimonio Medici Memes Mercadinho de Natal Meus Rabiscos Michelangelo Milão Moda Montalcino Montecatini Montefalco Montepulciano Mugello Mulher Brasileira Multas Museu Davanzati Museu de São Marcos Museus Napoli Natal Nobile de Montepulciano Noticias Outlet Paestum Palazzo Pitti Palazzo Vecchio Palermo Palio Para relaxar Parceiros Patente italiana Permessos vistos e Cidadania Piazza della Signoria Piazzale Michelangelo Pienza Pisa Politicas Prostituiçao Puglia Rafael Sanzio Receitas Recursos Humanos Reis Magos Roma Sabores da Italia Salvatore Ferragamo San Gimignano San Marino San Quirico San Vivaldo Sandro Botticelli Santa Croce Santos São Francisco São Lorenzo Sardegna Saude Scaperia Sicilia Siena Sobre mim Soltando os bichos TAX FREE Teatro Romano Torre de Pisa Torres Toscana Transporte Trenitalia Truffa Turismo TV Uffizi Umbria Università Val d'Orcia Valle D' Aosta Vasari Vaticano Veneza Vesuvio Viagem Vida a dois - Vita di coppia Videos Ville Medicee Vinhos Volterra
Noticias da Bota. Imagens de tema por Storman. Tecnologia do Blogger.